terça-feira, 29 de março de 2011

Uma adolescente de apenas 16 anos e que, segundo vizinhos, estaria gestante, foi executada a tiros na manhã desta segunda-feira, 28, no Loteamento Hélio Jatobá 3, parte alta da cidade de São Miguel dos Campos.
O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência – Samu, chegou a ser acionado, mas ao chegar no local constatou que a vítima já estava morta.
Informações colhidas por polícias do Pelotão de Operações Especiais – Pelopes, da 1ª Cia. de Polícia Militar, dão conta que Maria Priscila da Silva, que era usuária de drogas, teria tido um desentendimento com um outro usuário e por esse motivo teria sido morta.
“Os comentários são de que a vítima há alguns dias se negou a dividir drogas com seu algoz, que prometeu matá-la”, esclareceu um dos PMs.
Ainda segundo moradores da localidade, Priscila, como era chamada, devia R$ 1,00 ao assassino, sendo este também um dos motivos da execução, “há alguns dias ele (assassino) tentou espancar ela, que fugiu, mas não registrou queixa”, concluiu o policial.
A polícia acredita que a arma do crime tenha sido um revólver, já que no local não foram encontradas nenhuma cápsula.
O assassino, identificado pela alcova de ‘Luzinha’, fugiu do local logo após o crime.
O Pelopes já comunicou o caso à delegacia Regional de São Miguel dos Campos, que deve acionar o IC e IML.