domingo, 2 de setembro de 2018

Sucateado financeiramente, governo do Piauí está parado

Com todas suas finanças corroídas e sem perspectivas de recompor o caixa do Estado, o governo do Piauí está totalmente sucateado e sem funcionar em quase sua totalidade administrativa. O desastre financeiro no atual governo levou a administração estadual ao caos e desespero já toma conta dos credores, empresários e servidores, que amargam o atraso de salários.

Com todas as obras paradas, concursados aguardando ser convocados e a palavra no Estado é uma só: crise. Essa situação financeira grave a que chegou o Estado tem feito o governo cortar drasticamente os investimentos e a não pagar suas dívidas com os credores.

Os recursos que iriam pra áreas importantes, como Saúde e Segurança, agora estão sendo deslocados para a folha de pagamento e os reflexos disso já são sentidos, também, pelos prestadores de serviço. Tem terceirizado com dificuldades para receber o salário.
Caos total

Com a premissa de não poder pagar suas dívidas devido o período eleitoral, o governo do Piauí toma um fôlego nas finanças públicas, mas por outro lado, não corta na própria pele, os gastos pessoais com as despesas de mais de R$ 6 mil com a cozinha do governador Wellington Dias (PT).

Por conta disso, vários empresários e credores do atual governo quebraram por falta de pagamento pelos serviços prestados. Há casos de não pagamento desde 2016, onde a alegativa é de que vários empresários não justificaram as certidões negativas para emissão de notais fiscais.

Não é o que dizem os empresários. Ao mesmo tempo, quase todas as repartições públicas estaduais estão com a energia elétrica cortada, sem telefone, água para os servidores, papel higiênico, Internet cortada, carros quebrados e sem combustíveis, dentre outras facetas. 
Fonte: Jornal da Cidade | Via Blog do B. Silva

Nenhum comentário:

Postar um comentário