segunda-feira, 27 de agosto de 2018

País já tem 140 candidaturas inaptas por renúncia, indeferimento e até por morte

Resultado de imagem para urnaEm todo país, 140 candidatos já foram considerados inaptos pela Justiça Eleitoral, o que representa 0,50% do total de pedidos de candidaturas levadas aos Tribunais Regionais Eleitorais e ao Tribunal Superior Eleitoral. 

Dos inaptos, boa parte (132) são os que pediram renúncia de suas candidaturas. 

Dois candidatos da Bahia tiveram seus registros indeferidos por ausência de requisitos de registro. Eles pretendiam disputar para deputado federal e deputado estadual, dos partidos Patriota e PSOL, respectivamente. 

Candidatos inaptos ainda por não conhecimento do pedido e por cancelamento por parte da coligação. 

Registrada ainda a morte do candidato Aldo Schneider, então presidente da Assembleia Legislativa de Santa Catarina, que disputaria a reeleição pelo MDB. Aos 57 anos, ele estava internado, na luta contra um câncer na coluna. 

Outros 27.255 pedidos de registro ainda aguardam julgamento. 836 já foram considerados aptos. O prazo da Justiça Eleitoral para análise dos pedidos de registro vai até 17 de setembro.
180