segunda-feira, 17 de julho de 2017

Pesquisa mostra que Bolsonaro já encosta em Lula em disputa para 2018

O pré-candidato a presidente Jair Bolsonaro (PSC), 62 anos, cresceu 7 pontos percentuais em relação a junho. Com 21% das intenções de voto, empata agora tecnicamente com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), 71 anos, que tem a preferência de 26% dos eleitores. As informações são do site Poder360.

Os resultados fazem parte da pesquisa estimulada de intenção de voto para as eleições de 2018, realizada pelo DataPoder360 nesta semana. No 1º cenário testado, quando o pré-candidato do PSDB é Geraldo Alckmin, 64 anos, Bolsonaro é o único a apresentar crescimento fora da margem de erro.

Lula mantém a posição de favorito, mas apresenta queda no 2º cenário, em que Doria é o pré-candidato tucano. O Nordeste é a região na qual o petista tem mais força. Registra 42% das intenções de voto no cenário 1, quando Alckmin é o concorrente, e 39% no cenário 2 (quando disputa com Doria). É importante ressaltar que a pesquisa DataPoder360 deste mês foi realizada antes da condenação do petista pelo juiz Sérgio Moro no caso do tríplex.

A projeção de votos brancos e nulos teve queda de 4 a 6 pontos percentuais. Neste mês, 27% descartariam o voto. Esse cenário apresentou também uma redução no número de indecisos, caindo para 7%. Em junho, eram 12% os que não souberam ou não responderam.

Alckmin tem até agora o seu melhor desempenho na série do DataPoder360, iniciada em abril de 2017. O tucano surge com 10%, uma evolução de 6 pontos percentuais em relação a 2 meses atrás, quando pontuou apenas 4%.

Na comparação com junho, não é possível afirmar que houve crescimento do tucano, mas uma oscilação positiva dentro da margem de erro. Em junho, o governador de São Paulo tinha 7% da escolha dos entrevistados.
datapoder360-julho-cenario1
A pesquisa DataPoder360 foi realizada nos dias 9 e 10 de julho de 2017. Foram entrevistadas 2.178 pessoas com 16 anos de idade ou mais, em 203 municípios. A margem de erro é de 3 pontos percentuais para mais ou para menos.
Fonte: Poder 360

Nenhum comentário:

Postar um comentário