sexta-feira, 21 de julho de 2017

Exército: militares são ouvidos em inquérito sobre acidente com tropa

O inquérito militar que apura as causas do acidente com a tropa do Exército deve ser concluído em 40 dias. O comandante do 2º Batalhão de Engenharia de Construção (2º BEC), coronel Alessandro Silva, conta que dos 25 militares feridos, 22 receberam alta e nove estão em condições de retomar as atividades. Três ainda continuam internados em UTIs de hospitais particulares na Capital. 
"O encarregado de inquérito já está em fase de oitiva das testemunhas em ligação direta com a promotoria pública militar de Fortaleza. Também estão sendo desencadeadas todas as ações no sentido de fazer um inquérito técnico para verificar as condições do nosso caminhão. Esperamos que em um prazo de 40 dias o inquérito seja concluído. Assim poderemos encaminhá-lo ao Ministério Público Militar", explica o coronel, acrescentando ainda que a apuração do caso teve início no último dia 10. 
A investigação vai identificar se falhas técnicas ou humanas provocaram o acidente. 
Dos 26 militares, um veio a óbito. Em entrevista ao Notícia da Manhã, o comandante do 2º BEC atualizou o estado de saúde dos soldados hospitalizados. 
"Eles estão apresentando melhoras lentas e graduais em virtude da gravidade dos ferimentos, traumatismos cranianos e torácicos. Estamos dando todo o suporte aos familiares e um acompanhamento contínuo e diário das nossas equipes de médicos de enfermeiros", explica o comandante. 

Cidade Verde

Nenhum comentário:

Postar um comentário