sábado, 17 de junho de 2017

Crise econômica não afetou calendário dos grandes eventos do Piauí

Deu na imprensa:
Uma coisa parece não ter sido afetada pela crise econômica do país, do Piauí e dos municípios; o calendário das principais festas das cidades do Piauí foi mantido. Uma das justificativas dos prefeitos é exatamente que o retorno financeiro com a de movimentação de turistas que ocorre nas cidades durante as festividades justificam investimentos. Hoje (15) começa a 14ª edição do Festival de Inverno de Pedro II, o evento é realizado em parceria do Governo do Estado com a Prefeitura Municipal. A expectativa de público é de que mais de 40 mil pessoas passem pelo município nos três dias de atrações.
Outra investimento em shows de grande porte, como é o caso do show da cantora Ivete Sangalo, em Regeneração por ocasião do Regefolia. No ano passado o show da baiana ficou entre os 5 mais caros do Brasil, é o terceiro, perdendo apenas para Roberto Carlos e Weslley Safadão.
Em Castelo do Piauí também já está garantida a realização do Cachaça Fest. O prefeito José Magno (PTN) já esteve com o  governador Wellington Dias (PT) que garantiu apoio ao evento que acontece de 28 a 30 de julho com apresentações musicais com atrações nacionais. Assim como em Pedro II, que possui inúmeras potencialidades para o ecoturismo, em Castelo do Piauí a intenção do Governo do Estado e da Prefeitura é aproveitar o momento do evento para divulgar o Cânion do rio Poti como uma atração turística de rara beleza.
                           Imprensa da capital desconhece 15 dias de "São João da Parnaíba"
A matéria acima, do blog da jornalista Elizabeth Sá, em nenhum momento cita o Festival de Folguedos "São João da Parnaíba", que há 17 anos vem sendo realizado pela Prefeitura e este ano, por determinação do prefeito Mão Santa, tomou uma dimensão bem maior, com atrações o mês inteiro. O Governo do Piauí nunca, em tempo algum, deu apoio a este evento. Será por isso que os órgãos de comunicação do Estado não o divulgam? Sim, afinal, as informações estão diariamente na rede mundial, a Internet, para que ninguém alegue desconhecimento. Parece que se o governo não dá importância a imprensa estadual, patrocinada pelo poder público, idem. É uma lástima!!!
Bernardo Silva

Nenhum comentário:

Postar um comentário