terça-feira, 18 de setembro de 2018

Iniciada pavimentação asfáltica da Av. Dr. João Silva a Lagoa do Portinho

A obras estão sendo executadas pela Construtora MaxiGlobal com recursos da Prefeitura Municipal de Parnaíba e do Governo Federal através do Ministério do Turismo. Os recursos são liberados e fiscalizados pela Caixa Econômica Federal (CEF).

A obra é uma luta antiga do prefeito Mão Santa e uma de suas promessas de campanha. A pavimentação asfáltica daquela área irá facilitar o acesso a um dos pontos turísticos mais importantes da região, além de contribuir para o desenvolvimento do local, onde já residem centenas de famílias. Esta era uma das aspirações de centenas de comerciantes e moradores da área que começa a ser concretizado.

"O projeto da pavimentação asfáltica da Av. Dr. João Silva até a Lagoa do Portinho foi totalmente elaborado pelos técnicos da Seinfra (Secretaria de Infraestrutura) da Prefeitura de Parnaíba sem nenhum custo adicional para o município e apesentado ao Ministério do Turismo ainda no ano de 2017. De lá para cá foram feitas inúmeras gestões para que finalmente o projeto saísse do papel. Tudo isto é fruto de muito trabalho e dedicação da equipe do prefeito Mão Santa", disse a secretária Gracinha Moraes Souza.
A Primeira fase da pavimentação asfáltica foi concluída e fiscalizada pela CEP para que fosse feita a liberação da segunda parcela. Na primeira etapa foi feita uma operação tapa buracos para nivelar a via. Nesta segunda será feita a imprimação e asfaltamento completo em toda a extensão da avenida até a paradisíaca Lagoa do Portinho. Nas proximidades do Evandro Comercial, onde forma uma grande lagoa durante o inverno, será feita uma intervenção para o escoamento das águas pluviais.
 
Por José Wilson | Jornal da Parnaíba

Sindicato registra 320 homicídios no Piauí só no primeiro semestre

O Sindicato dos Policiais Civis do Piauí (Sinpolpi) realizou pesquisa para apurar dados sobre os homicídios ocorridos no Estado no período que compreende os seis primeiros meses de 2018. Os dados do Instituto de Medicina Legal (IML) da capital também compõem a pesquisa.
A pesquisa é realizada todos os anos e, para fins estatísticos, o sindicato divulga a atualização dos dados a cada seis meses. O presidente do Sinpolpi, Constantino Júnior, destaca a importância dessa divulgação para que, tanto o governo quanto a sociedade, tenham ciência sobre a atual situação da segurança no Estado.

“Ao analisar e comparar os seis primeiros meses desse ano com os do ano passado pode ver o aumento nos índices gerais, tanto da capital quanto do interior. Mais pessoas estão sendo assassinadas diariamente no Piauí, queremos que as autoridades se alertem para isso, pois não podemos permitir que a criminalidade e assassinatos se tornassem fatos corriqueiros no dia a dia da população”, comenta o presidente.


Segundo a pesquisa, nos primeiros seis meses do ano, o Piauí registrou 320 homicídios. São mortes que, em grande maioria, são ocasionadas por acerto de contas, execuções, discussões, latrocínios e crimes passionais. O número atual apresenta um aumento visível quando comparado com os dados do mesmo período do ano passado, pois no primeiro semestre de 2017 o número ficou em 293 mortes.

Em análise, constatou-se que cerca 75% das pessoas que foram assassinadas são jovens de até 29 anos, e destes, a grande maioria são homens que já foram envolvidos com algum tipo de crime.

Com informações da Ascom/Sinpolp. 

Polícia Militar do Piauí está sem munições para fornecer a tropa

Os diversos Batalhões da Polícia Militar do Estado do Piauí estão com baixo estoque de munições ou em alguns casos sem nenhuma nunciação para fornecer ao grupamento de policiais. Isto porque a única fornecedora, a Companhia Brasileira de Cartuchos & Taurus Armas (CBC), se recusa a atender solicitação de novos fornecimentos de munições ao estado do Piauí por falta de pagamento desde novembro de 2017.
Por José Wilson | Jornal da Parnaíba

Pedro vai operar o joelho direito e só volta a jogar em 2019

 (Crédito: ARACELI SOUZA/DIA ESPORTIVO/ESTADÃO CONTEÚDO)O pior se confirmou: o atacante Pedro, do Fluminense, vai operar o joelho direito nos próximos dias. Após a lesão parcial (estiramento) no ligamento cruzado anterior e o tratamento conservador, o atacante foi reavaliado há alguns dias e ficou constatada a necessidade da cirurgia. O prazo de recuperação é de cerca de seis meses e a tendência é que ele seja operado pelo médico do Atlético-MG e da Seleção, Rodrigo Lasmar.

Os detalhes do caso serão divulgados pelo Fluminense em entrevista coletiva ainda nesta terça-feira. A informação da cirurgia foi divulgada pelo UOL Esporte. Pedro foi a Belo Horizonte recentemente para ser avaliado por Lasmar.

''Hoje o joelho do Pedro está maduro para o procedimento cirúrgico, que deve acontecer na próxima semana. O prazo de recuperação é de cerca de seis meses'', disse o diretor de saúde do Flu, Michael Simoni.

O atacante de 21 anos respondeu bem à fisioterapia e ao tratamento conservador. Mas como havia risco de ter problemas no futuro, o departamento médico do Fluminense entendeu que a operação era a melhor saída. Rodrigo Lasmar, a segunda opinião do caso, também referendou a opção pela cirurgia.

"O exame de reavaliação foi feito no dia 10 de setembro pelo Douglas Santos (coordenador médico do Flu) e foi definida a necessidade da cirurgia. O jogador e seu staff pediram então para que não se falasse mais sobre a questão por questões pessoais. Nós, médicos, somos obrigados pelo código de ética médica de não divulgar os detalhes principalmente quando há um pedido do paciente. Durante essa semana conversamos, o Pedro bastante chateado pela situação", frisou Simoni.

''Demos uma satisfação para a Seleção, já que o Tite cobrava o Rodrigo Lasmar por respostas. Optamos também que o Rodrigo avaliasse o jogador para dar um feedback melhor. A avaliação foi feita ontem (segunda-feira) e ele também julgou necessário o procedimento cirúrgico''.

Pedro se lesionou no último dia 25 de agosto, na derrota por 2 a 1 para o Cruzeiro, no Mineirão. O jogador tinha acabado de ser convocado pela primeira vez para a Seleção. Por conta do problema, foi cortado dos amistosos contra Estados Unidos e El Salvador.

Fonte: Com informações do Globoesporte.com

Candidato a deputado Zé Filho participa de caminhada em Buriti dos Lopes

O candidato a Deputado Estadual, Zé Filho (PSDB), participou este final de semana em caminhada em Buriti dos Lopes, região norte do estado, ao lado da ex-prefeita Ivana Fortes, outras lideranças políticas do Estado  e a população. O ato foi finalizado com um comício.

Como acontece por onde tem passado, na atual campanha eleitoral, Zé Filho tem abraçado amigos, ouvido anseios populares e o apelo para que seja a voz forte da região norte do Estado, na defesa dos interesses da população. Com sua experiência de quem já foi prefeito, deputado estadual, vice e depois governador do Estado, Zé Filho tem interpretado o sentimento de mudança daqueles que já não suportam mais o caótico modelo administrativo implantado no Piauí pelo PT.
Zé Filho é candidato na coligação que apoia Luciano Nunes para governador e Cassandra Moraes Sousa para vice.
B. Silva

MULTISERV - SEGURANÇA ELETRÔNICA!

CONHEÇA EM PARNAÍBA O SEU NOVO SISTEMA DE SEGURANÇA, MULTISERV TECNOLOGIA A SERVIÇO! A MULTISERV TRABALHA COM TODO O SISTEMA DE SEGURANÇA, CERCAS ELÉTRICAS, CÂMERAS, CONCERTINAS, PORTÕES ELETRÔNICOS, INTERFONES, VÍDEO PORTEIROS E SISTEMAS ELÉTRICOS E HIDRÁULICOS.

PARNAÍBA TEM REGISTRADO ALTOS ÍNDICES DE VIOLÊNCIA. ASSALTOS E INVASÕES DE DOMICÍLIOS SE TORNARAM CADA VEZ MAIS CONSTANTES.

NÃO PERCA ESSA OPORTUNIDADE E SINTA-SE MAIS SEGURO COM A MULTSERV!

ENTRE EM CONTATO AGORA MESMO ATRAVÉS DO TELEFONE (086) 9 9585-2008 FALAR COM FABRÍCIO SANTOS.

Luciano relata falta de estrutura na região Norte do Piauí


O candidato ao Governo do Estado, Luciano Nunes, esteve em vários municípios do Norte do Estado e ouviu reclamações sobre a falta de infraestrutura. Luciano cumpriu agenda em Pau D’Darco, Beneditinos, Alto Longá e Novo Santo Antônio.



Luciano Nunes se comprometeu em levar obras estruturantes para o município como asfalto que leva até a cidade. "É inadmissível a entrada da cidade não ter asfalto de qualidade. Tudo esburacado. Dessa forma, dificulta o desenvolvimento mínimo de qualquer cidade. Esse asfalto é compromisso firmado do meu governo", disse Luciano aos vereadores.

Em Beneditinos, Luciano participou de reunião organizada pelo ex-prefeito Aarão Lobão e lideranças. O candidato ouviu atentamente sobre a situação precária em que se encontra o município. "Nós já depositamos nossa confiança no atual governo. Hoje sabemos que ele não merece um voto de nossa cidade. A estrada do Prata que desenvolveria toda a região foi prometida e nunca saiu do papel. A estrada para ligar a Teresina do mesmo jeito. A revitalização do nosso açude que alavancaria o turismo na região não passou de promessa. Ninguém mais acredita nele", desabafou o ex-prefeito.

O candidato do PSDB se solidarizou com as reclamações e se comprometeu a resolver os problemas da região. "O governo não fez o básico. Estrada para dar a mínima oportunidade de desenvolvimento. Mas nós faremos isso e iremos além. Vamos explorar todos os meios de desenvolvimento dessa região", afirmou.

Na cidade de Alto Longá foi realizada caminhada pelo Centro comercial da cidade. Luciano foi recebido pelo ex-vice prefeito Antônio Gabriel, pelo vereador Dudu, pelo ex-prefeito Cesar Sindô e pelo ex-vereador Carlos Aloísio.

Para encerrar a agenda do fim de semana o candidato realizou carreata em Novo Santo Antônio. Luciano visitou antes o assentamento Salé, na entrada do município, e presenciou de perto o descaso do governo com a agricultura popular, tão essencial para o sertanejo. O candidato foi recepcionado pelo ex-prefeito Clóvis Melo, pela vice-prefeita Elisa Paz, além dos vereadores José Nilton, Enilson e Manuel Januca, e do ex-vereador Bebeto.

A carreata animada contou com a população e participação de empresários da região. "O voto em Luciano não é apenas pelo descontentamento com o atual governo. Esse voto é acima de tudo pela confiança na competência que ele demonstra em tantos anos de serviço pelo Piauí. Qualquer debate que você assista é clara a diferença. Luciano tem muito mais capacidade", elogiou o ex-prefeito, Clóvis Melo.

"Temos uma placa que foi colocada há quase 10 anos que dizia que iria começar uma obra para termos, finalmente, um posto de saúde. Nunca levantaram um tijolo", reclamou Seu Biá, morador do município de Pau D’Arco. Na cidade, Luciano foi recebido pelos vereadores Edvaldo Passos, Nenezim da Campeira, Leonardo Simeão e pelas lideranças políticas Carlos Eugênio e Antônio Cruz.

Assessoria de Comunicação

Mais de 716 mil empresas podem ser excluídas do Simples Nacional

Resultado de imagem para Mais de 716 mil empresas podem ser excluídas do Simples NacionalA Receita Federal informou ontem (17) que foram notificadas 716.948 microempresas e empresas de pequeno porte, que podem ser excluídas do Regime Especial Unificado de Arrecadação Tributos e Contribuições (Simples Nacional) por motivo de inadimplência. Ao todo, as dívidas somam R$ 19,5 bilhões. 

O programa, em vigor desde 2007, permite que empresas com receita bruta anual de até R$ 4,8 milhões possam recolher um total de oito tributos municipais, estaduais e federais em uma única guia. O objetivo do Simples Nacional é desburocratizar o pagamento de impostos e incentivar os micro e pequenos empresários do país.

Segundo a Receita, entre os dias 10 e 12 de setembro foram disponibilizados, no Domicílio Tributário Eletrônico do Simples Nacional (DTE-SN), os Atos Declaratórios Executivos (ADE), que notificaram os optantes pelo Simples Nacional de seus débitos previdenciários e não previdenciários. O prazo para consultar o ADE é de 45 dias a contar da data de disponibilização na internet. Após a consulta, passa a contar o limite de até 30 dias para o pagamento ou parcelamento dos débitos. Quem regularizar a totalidade da dívida tributária dentro do prazo previsto terá a exclusão do Simples Nacional anulada. As empresas que não cumprirem os prazos serão excluídas do programa a partir do dia 1º de janeiro de 2019.

Mortes por câncer devem chegar a 9,6 milhões neste ano

cancerO número de mortes em razão de câncer deve chegar a 9,6 milhões neste ano em todo o mundo. Já o total de novos casos deve atingir 18,1 milhões. A estimativa é de um estudo é da Agência Internacional para a Pesquisa sobre Câncer (IARC, na sigla em inglês), órgão vinculado à Organização Mundial de Saúde (OMS).

Segundo a entidade, um em cada cinco homens e uma em cada seis mulheres devem desenvolver câncer em algum momento da vida. Já as mortes decorrentes da doença devem acometer um a cada oito homens e uma a cada onze mulheres.

Conforme as expectativas da associação, quase metade dos novos casos e mais da metade das mortes devem ocorrer na Ásia. O continente concentra cerca de 60% da população mundial. Já a Europa é responsável por 23% das novas ocorrências e 20% dos óbitos, embora contenha somente 9% da população mundial.

Pela projeção, as Américas devem ser responsáveis por 21% dos casos novos identificados e 14,4% da mortalidade global. Assim como na Europa, os índices são maiores do que a participação da região na população mundial, atualmente em 13,3%.

Tipos

Os tipos de câncer que mais levam a mortes devem ser os de pulmão (18,4%), reto (9,2%) e estômago (8,2%). Já nos novos casos, as modalidades com maior incidência devem ser as de pulmão (11,6%), mama (11,6%) e reto (10,2%). Juntos, estas representam cerca de um terço dos registros da doença em todo o mundo.

No recorte por gênero, entre os homens os tipos de câncer mais comuns devem ser os de pulmão (14,5% do total), próstata (13,5%) e reto (10,9%). Já entre as mulheres, as modalidades com maior incidência devem ser câncer de mama (24,2%), seguido por de reto e de pulmão. Nos dois gêneros, o câncer de pulmão deve fechar o ano como o principal responsável por mortes.

Causas

De acordo com o IARC, as causas para os números são distintas, variando do crescimento e envelhecimento da população a fatores ligados ao desenvolvimento econômico. Em economias emergentes, pontua a associação, há uma transição de doenças relacionadas à pobreza para aquelas vinculadas a determinados estilos de vida.

Fonte: Agência Brasil

Na disputa pelo Senado, Wilson Martins recebe apoios de ex-prefeitos

Em evento na noite dessa segunda-feira (17), os ex-prefeitos Gustavo Medeiros e Edimilson Mota reforçaram o apoio de União ao candidato ao Senado pela coligação Piauí de Verdade, Wilson Martins. “Apoiamos ele pelo sentimento de gratidão. Apoiamos Wilson por tudo o que ele fez por nossa cidade quando foi Governador”, disse Medeiros.

Segundo Gustavo Medeiros, o município reconhece o trabalho do ex-governador. “Foi dele a construção das estradas do Mandacaru, da Concórdia”, enumerou, acrescentando que Wilson Martins também asfaltou a cidade. “Ele também não permitiu que a Uespi fosse fechada, e hoje infelizmente fechou”, pontuou, afirmando que é pelo trabalho demonstrado que apoiam Wilson rumo ao Senado. 

“É uma alegria estar em União e ver o entusiasmo dessa gente que bate o pé e está resistindo contra os desmandos, contra a incompetência e contra a falta de vocação para o trabalho instalada no município”, discursou Wilson.

O ex-governador também relembrou obras executadas no município. “Trabalhamos para valorizar a UESPI. Também foi possível asfaltar a cidade, construir o rodoanel e fazer uma bela estrada para o povoado Davi Caldas, além de uma estrada para o povoado Novo Nilo e de Novo Nilo para Miguel Alves, onde não existia trafegabilidade alguma. Melhoramos a vida das pessoas”, disse.

Ao pedir o voto Wilson garantiu que levará ao senado o mesmo empenho e força de trabalho. “Peço o seu voto para levar minha capacidade de trabalho para representar o Piauí em Brasília. Estejam certos que honrarei cada voto recebido e vou me dedicar muito para trazer mais desenvolvimento para nosso Estado e nossa querida União”, assegurou.

Além de Medeiros e Edmilson, também reforçaram a campanha de Wilson lideranças locais como os vereadores Júnior Viana, Junior Mota, Gilson Medeiros, Feitosa, e o ex-vereador e candidato a deputado estadual Janio Bina.

redacao@cidadeverde.com 

Trabalhadores terceirizados da Sesapi paralisam atividades: “Salário atrasado há três meses”

Nesta segunda-feira (17/09), os trabalhadores terceirizados que prestam serviços para a Secretaria Estadual de Saúde realizaram uma manifestação próximo a praça da Liberdade, região Centro-Sul de Teresina. O ato realizado nesta manhã marca o sexto dia de paralisação da classe.

Segundo servidores informaram, o motivo da greve estaria ligado às irregularidades nos direitos garantidos aos trabalhadores, como o período de férias e o pagamento do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). Além disso, a classe também pontuou que está há três meses sem receber os salários e ainda há mais tempo, seis meses, sem receber tickets.

De acordo com os manifestantes, os servidores ainda sofrem ameaças de demissão quando cobram pelos direitos trabalhistas. “São FGTS’s que  a empresa recolhe, mas não repassa, isso é um crime”, pontua o representante da classe. “As vezes é até mesmo necessário que amigos façam cesta básica para que alguns trabalhadores não passem fome”, denunciaram.

O QUE A SESAPI DIZ:

O OitoMeia entrou em contato com a assessoria da Sesapi para saber o posicionamento do órgão à respeito das denúncias. A assessoria informou à reportagem que ainda irá divulgar um posicionamento sobre o caso.

Publicado por: Paula Sampaio

Sucateamento do Emater prejudica o agronegócio do estado do Piauí

Os poucos servidores que ainda restam estão desmotivados pela não implantação do Plano de Cargos, Carreira e Vencimentos, tornando-se outro entrave para o setor do agronegócio.
Apesar da falta de incentivo do governo, mas com a dedicação dos produtores, o agronegócio foi responsável pela expansão de 4,6% do Produto Interno Bruto do Piauí em 2017. O Estado é o quinto numa lista de unidades da Federação com maior crescimento da economia.

Recentemente foi realizada a 37ª Expoapa em Parnaíba e pelo segundo ano consecutivo não contou com o apoio do governo do estado do Piauí, prejudicando sensivelmente investidores do agronegócio.

O agronegócio é uma das atividades mais lucrativas do mundo. No Brasil, o setor representa 23% do PIB (Produto Interno Bruto), segundo o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

Por José Wilson | Jornal da Parnaíba

Mais Brava Companhia apresenta “A Sombra do Muro” no Sesc Caixeiral

Neste mês de setembro o Centro Cultural Sesc Caixeiral, em Parnaíba, está com programação que discute temáticas como liberdade, repressão e lutas por meio de debates, intervenções, exposições e apresentações artísticas.
Dentro da programação, A Mais Brava Companhia apresenta nesta sexta-feira (21), às 19h, o espetáculo “A Sombra do Muro”. A entrada é gratuita e a classificação é 16 anos. A apresentação será no Núcleo de Cinema e Experimentação Cênica do Sesc Caixeiral.

O texto, escrito durante a ditadura militar e uma adaptação da obra da escritora Hilda Hilst, faz uma metáfora sobre opressão e liberdade ao mostrar a cíclica rotina de uma casa religiosa.

Em “O Rato no Muro”, freiras estão enclausuradas em um convento. O que as separa do mundo exterior é um muro altíssimo, feito de pedras e sem portas. Diariamente, as irmãs seguem uma mesma rotina, onde rezam e confessam suas culpas diante da madre superiora. Elas não conseguem fugir ao coletivo e se comportam como um coral, massificadas pelo confinamento. A rotina repressora impede que se aproximem do muro, oprimindo qualquer possibilidade de ação, movimento e liberdade.

O sumiço de uma das irmãs, um gato sacrificado e a simples visão de um rato sobre o muro são acontecimentos notáveis. O rato inspira, na medida em que pode subir e ver o que a elas é negado ver. Diante disso, a mais questionadora das irmãs almeja conseguir o apoio das outras para ultrapassar o muro que as aprisiona. Seu desejo se torna ainda maior ao constatar a passagem de seres, que transitam livremente.

A direção é de Mariane Sales e o elenco conta com Daniele Neves, Gabriela Souza, Josi Costa, Mariana Sales, Mariane Sales, Mell Almeida, Rod, Roberta Dourado e Rodrigo Serra.

Assessoria de Comunicação

Grand Prix de Inovação movimenta alunos do Senai no Piaui

Entre os dias 14 e 15 de setembro, estudantes do Centro de Formação Profissional Jose de Moraes Correia (Senai) e da Escola SESI Integrada Dep, Moraes Souza, unidades localizadas no município de Parnaíba, região norte do estado, participaram do Grand Prix Escolar 2018. Ao total, foram seis equipes (escuderias) multidisciplinares formadas por 32 alunos dos cursos técnicos em Alimentos, Edificação, Administração e Informática para Internet.
O Grand Prix Senai de Inovação é considerada como uma atividade pedagógica promovida anualmente com estudantes de cursos técnicos e de qualificação. Mais do que isso, a iniciativa oportuniza a criação de soluções para desafios reais da Indústria.Este ano, os alunos fizeram uma imersão de 16 horas sendo desafiados a apresentar ideias inovadoras e competitivas para a cadeia produtiva da indústria M. Dias Branco S/A Indústria e Comercio de Alimentos (Fábrica Fortaleza - CE).
Segundo o interlocutor do GP no Piauí, Gregório Monteiro, a inovação, o conhecimento, a criatividade e o espirito de equipe são ingredientes que influenciam muito o desenvolvimento das ideias e a preparação da proposta.     “Este ano, o desafio foi encontrar uma solução para a automatização do processo de alimentação dos tachos de recheio de uma indústria cearense, e as escuderias deram conta do recado, apresentando para a banca avaliadora boas ideias”, finalizou lembrando que a avaliação é feita por cinco especialistas que tem como critérios, o caráter inovador, a análise mercadológica, a qualidade do projeto e a exposição de cada equipe (Pitch).
Na tarde do último sábado (15), com a pausa do cronômetro, aconteceu a apresentação das equipes para banca avaliadora. Para o avaliador Paulo Sergio Pires, a coerência entre a descrição da proposta e a execução do plano de trabalho foi o critério mais relevante na hora de escolher, e assim, a escuderia Rosa, que trouxe o projeto TECMAT, conquistou o primeiro lugar com 4,234 pontos. Em segundo ficou, a escuderia Mostarda, com projeto Carrinho Sensorial e em terceiro, a equipe Vermelha com o Sistema de Gestão de Transporte de Recheio (SGTR).
Para o presidente em exercício, da Federação das Indústrias do estado do Piauí, Humberto Paulo Cronemberg, o Senai estimula a inovação e o empreendedorismo entre seus alunos, levando em conta o pensamento criativo para uma indústria cada vez mais autossustentável, “O GP é uma excelente oportunidade de tirar os alunos da sala de aula e proporcionar para eles a experiência de colocar em prática suas ideias”, concluiu Cronemberg.
Mônica Karine/Ascom Fiepi