quarta-feira, 13 de maio de 2015

Piauiense é esquartejada e acusado guarda coração dela no congelador



Polícia encontrou ainda na geladeira do acusado dois litros de sangue e pedaços da coxa da vítima
A Polícia Civil do Pará prendeu em flagrante, Rafael da Silva Ribeiro, principal suspeito de ter assassinado e esquartejado a doméstica Maria Zélia Ribeiro dos Santos, 46 anos, natural do estado do Piauí, e que morava no município de Breu Branco, sudeste do estado.
Desde o último dia 06, os familiares da vítima registraram uma ocorrência na Delegacia de Polícia de Breu Branco, comunicando o seu desaparecimento.
Após investigação, a polícia chegou até à casa do suspeito, onde foram encontrados os vestígios do crime, marcas de sangue em lençóis e em algumas partes da casa, ferramentas sujas de barro e a evidência mais importante, dentro da geladeira do suspeito havia pedaços das coxas da vítima que estavam em sacos plásticos e armazenados no congelador, uma garrafa com cerca de 2 litros de sangue, gordura e o coração da mulher.

No quintal, também foi encontrado enterrado o restante do corpo de Maria Zélia.
Rafael negou o consumo de carne humana, mas a polícia diz que há vários indícios da prática e que não descarta a possibilidade de canibalismo. A polícia ainda está coletando depoimentos sobre o caso. Rafael da Silva Ribeiro também é suspeito de ter matado sua companheira Joana Cristina Soares da Silva, de 50 anos. As autoridades não descartam a existência de outras vítimas em cidades por onde o assassino tenha passado.
Fonte:  O Imparcial

Em júri no Rio, Beira-Mar diz que não ordenou mortes na rebelião em 2002


Acusado de ter liderado uma guerra de facções em 2002 dentro do presídio de segurança máxima Bangu I, no Complexo Penitenciário de Gericinó, na Zona Oeste do Rio, Luiz Fernando da Costa, o Fernandinho Beira-Mar, disse durante julgamento no Fórum do Rio, nesta quarta-feira (13), que é inocente. O réu afirmou que não ordenou as quatro mortes de traficantes rivais, ocorridas durante a rebelião.

Traficante Fernandinho Beira-Mar dentro do tribunal (Foto: Erbs Jr. / Frame / Estadão Conteúdo)

Os crimes ocorreram dentro da galeria D de Bangu 1, onde estavam 10 detentos da facção rival. Segundo a acusação, Beira-Mar teria conseguido abrir caminho dentro do presídio e invadir ala. O réu nega, e diz que ouviu a confusão de longe e foi chamado depois, pelos agentes penitenciários, para "negociar". Segundo Beira-Mar, ele ficava na ala A e o ataque foi comandando por membros de sua facção que ficavam em outra galeria, a C. Vinte criminosos teriam participado da ação.

"O problema era entre as galerias C e D. Ouvimos tiros e pensamos que era fuga. Sabíamos que tinham tomado a cadeia. Nisso, todos correram. Só entrei na galeria depois do fato. Os inspetores chegaram a me pedir ajuda porque sabiam que eu era um cara tranquilo. Nem cheguei a entrar e o Celsinho [da Vila Vintém] já estava saindo [da galeria]", disse o traficante em juízo.

Testemunha é ex-rival
Celso Luiz Rodrigues, o Celsinho, então traficante de uma facção dissidente à de Beira-Mar, foi interrogado como testemunha de defesa, antes do réu. Ao júri, disse que tentou se proteger do ataque dos presos e que o réu não estava junto.

“Vim aqui, como testemunha dele, para pagar a dívida, por terem me deixado vivo”, disse, sob o olhar de concordância de Beira-Mar.

Tumulto na entrada
Condenado a cerca de 200 anos de prisão por crimes diversos, o traficante voltou ao banco dos réus nesta quarta para enfrentar o júri popular no 1º Tribunal do Júri, Centro do Rio. Devido ao grande público que desejava entrar na sala, houve tumulto antes do início, entre estagiários, jornalistas e advogados que queriam acompanhar o julgamento (veja no vídeo ao lado).

O traficante chegou ao fórum ainda pela manhã, de helicóptero. Por motivos de segurança, o Departamento Penitenciário Nacional (Depen) e as polícias Federal e Militar não divulgaram o efetivo usado no esquema. Em nota, o Depen informou que "não se pronuncia sobre questões referentes a operações antes do término da missão".

Na época, pelo menos quatro traficantes de facções rivais teriam sido mortos a mando de Beira-Mar. Entre os mortos estava o traficante Ernaldo Pinto de Medeiros, o Uê.

Fernandinho Beira-Mar chega de helicóptero ao fórum (Foto: SEVERINO SILVA/AGÊNCIA O DIA/ESTADÃO CONTEÚDO)

Julgamentos
A última vez em que Beira-Mar se viu diante de um júri popular foi em 2013, quando foi condenado a 80 anos de prisão pelos crimes de homicídio e tentativa de homicídio.

De acordo com o Tribunal de Justiça do Rio, antes do julgamento, as condenações de Beira-Mar apenas no Rio somavam 69 anos e meio de prisão. No total, considerando também as condenações em outros estados, eram 120 anos. Com o veredito do julgamento de 2013, a soma vai a 200 anos.

O traficante está preso desde 2002. Ele passou pelo presídio de Catanduvas, no Paraná e, em 2012, para um presídio federal em Porto Velho (RO).

Dinâmica do julgamento
Na abertura da sessão, serão sorteados sete entre 25 jurados. Não podem participar do mesmo conselho de sentença marido e mulher, ascendentes e descendentes, sogro e sogra, genro e nora, cunhados, tio e sobrinho, padrasto, madrasta e enteado, bem como o jurado que for parente até 3º grau do juiz, do representante do Ministério Público e do defensor público. O MP tem direito a três recusas no sorteio de jurados.

Terminadas as formalidades para início do julgamento, é lido o relatório do processo e, em seguida, começa a inquirição das testemunhas de acusação e de defesa. Logo depois, o réu é interrogado e, então, inicia-se o debate entre acusação e defesa.

Defensor e promotor têm, cada um, uma hora e meia para apresentar suas teses aos jurados. Depois, cada um tem mais uma hora para réplica e tréplica.

Após o debate, os jurados são levados para uma sala secreta para dar os votos para cada um dos quesitos que são apresentados pelo juiz.

Com o resultado da votação dos jurados, o magistrado irá realizar a dosimetria (o cálculo) da pena, caso o júri condene o réu, e fará a leitura da sentença em plenário.

G1

Rejeitado projeto de Ciro Nogueira que proibia greve em bancos


O projeto do senador Ciro Nogueira (PP-PI), que vedava a realização de greves no setor bancário foi rejeitado pela Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa (CDH) na manhã desta quarta-feira. O relatório pela rejeição foi feito pelo senador Magno Malta (PR-ES).

“Em pleno período da ditadura, nós fazíamos greves nos bancos quando os bancos eram totalmente dependentes da presença do funcionário, pois era tudo manual, a gente já fazia porque tinha que forçar a negociação”, defendeu a senadora Regina Sousa (PT-PI).


A parlamentar já foi bancária e sindicalista e comandou greves no setor durante a ditadura militar. “É a relação de trabalho no setor bancário. E hoje o atendimento ao público está muito facilitado com o auto-atendimento, com o atendimento através da internet. Então, é completamente fora de época este projeto. Deve ser rejeitado”, completou a petista.

O parecer pela rejeição considerou que a proibição de greves é incompatível com o sistema jurídico brasileiro. O projeto segue agora para análise na Comissão de Assuntos Sociais (CAS).

Ainda nesta quarta-feira, a CDH aprovou o Projeto de Lei do Senado 129/07, que torna obrigatória a disponibilização do sistema braile nas teclas dos caixas eletrônicos. O texto será encaminhado para análise da Câmara dos Deputados.

Fonte: Política Real

Nego Drama vai em cana portando um revólver calibre 38 com o tambor cheio de balas.



Dinavan Pablo Oliveira, de 24 anos, conhecido 'Nego Drama', foi preso por volta das 21hs 30 desta terça-feira(12), portando um revólver calibre 38, com 6 munições intactas.

A prisão do acusado aconteceu no conjunto Jardim Esperança III em Parnaíba. O mesmo foi encaminhado à central de flagrantes onde foi autuado por porte ilegal de arma de fogo, posteriormente seria investigado em outros delitos.

Nêgo Drama tem um desafeto muito conhecido no bairro Catavento, o qual foi jurado de morte.
 Revólver com 06 munições intactas.

Até o momento a reportagem não tinha conhecimento do valor estabelecido da fiança para soltura do acusado.
 
Por Junior Catita

Deputada Juliana quer informações que envolvem das edificações e os empreendimentos realizados na linha da praia do litoral

 



A deputada Juliana Moraes Souza-PMDB-PI esteve reunida na manhã da Terça-feira(12) com o advogado Apoena Machado, especialista em direito ambiental.

Por solicitação da deputada Juliana, Apoena fará um relato sobre a tramitação de questões jurídicas que envolvem as edificações e os empreendimentos realizados na linha da praia das cidades do litoral piauiense.
A Deputada pretende discutir com os moradores, comerciantes e demais empreendedores da região, qual é a real definição de "linha de praia", baseada num estudo ambiental da área que ainda não foi apresentado pelos órgãos competentes, institucionalmente, mas é citado pela Superintendência de Patrimônio da União como entrave para ações de desenvolvimento econômico e social do litoral do Piauí.

A discussão deve ser realizada em audiência pública, a ser solicitada pela referida Deputada junto aos órgãos envolvidos, na região litorânea.
"Estamos procurando conhecer aspectos jurídicos e ambiental que dificultam os investimentos na região norte do Estado e somente depois de ouvirmos a comunidade da região podemos definir ações concretas em prol do desenvolvimento real do nosso litoral". Disse Juliana.(Blog do Pessoa)

terça-feira, 12 de maio de 2015

Luís Correia: Praça Núbia Suely encontra-se abandonada e esquecida por gestão municipal


Bancos da praça destruídos mostram a marca do abandono 
Suja, sem iluminação e totalmente depredada é assim que se encontra a principal praça da cidade de Luís Correia – PI. Um dos principais cartões de visitas do município está esquecido, detalhe o logradouro fica a poucos metros da sede da Prefeitura local, porém nem por isso recebe atenção necessária do poder público.
A Praça Núbia Suely, centro de Luís Correia sempre recebeu eventos públicos e foi local de encontros entre famílias e amigos. Palco de feiras e grandes festas também servia como geração de renda para os comerciantes locais, atualmente o local é deserto, retrato da atual gestão municipal.
Só lembrando que esta praça fica em frente a prefeitura da cidade 
A praça há tempos não recebe serviços de carpinas, fato que deixou o logradouro completamente tomado pelo mato e sendo alguns populares aproveitam para arremessar lixo de forma incorreta, consequentemente o lugar tem um forte odor de lixo. Sapos, lagartos e até cobras já foram avistados no lugar por dentro dos matos.
A iluminação da Praça é precária e não oferece o mínimo de segurança aos que frequentam o local, informações dão conta que pela falta de iluminação vários assaltos já ocorreram na Praça. 
Comerciantes abandonaram o local por conta do descaso na cidade
Os bancos quebrados há mais de anos não recebem reparos, isto impede que moradores e turistas visitem a praça, já não bastasse à falta de eventos que não existem mais, isso deixa revoltados lideres comunitários da cidade que culpam atual gestão com o descaso com a situação.
Comércios que ficam na praça, boa parte estão com as portas fechas, pois estavam no prejuízo devido a falta de movimento no local, o cenário de deserto é o retrato de descaso da administração com a cidade.
 Onde havia a praça, resta apenas o capim de quase meio metro de altura.

FGTS agora poderá ser usado para financiar imóveis de até R$ 300 mil


A preocupação com a retirada recorde de recursos da poupança não é só da Caixa, mas de todos os outros bancos que aplicam esse dinheiro em financiamentos imobiliários. As instituições e o setor da construção civil chegaram a pedir ao Banco Central autorização para usar uma parte dos recursos que os bancos são obrigados a deixar no BC — os depósitos compulsórios — nesses financiamentos, da mesma forma que foi feito com os empréstimos para a compra de carros. Mas, em meio ao aumento da Selic para controlar a inflação, o BC não acatou o pedido, que vai na contramão do aperto monetário.
É mais provável que o governo aceite flexibilizar outras regras para ajudar no financiamento imobiliário. Entre elas, o aumento da faixa de financiamento do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). Atualmente, o limite é de R$ 190 mil para imóveis nas regiões metropolitanas de São Paulo e Rio e no Distrito Federal. A sugestão é ampliar o teto para R$ 300 mil e cobrar nessas operações taxas intermediárias entre as que são cobradas nos financiamentos com recursos da poupança e as dos empréstimos com FGTS.
O setor também pede que o BC revise a regra de aplicação de recurso da poupança. Atualmente, 65% do que é captado na caderneta deve ser direcionado para o financiamento habitacional. No entanto, os bancos sempre conseguiram uma maneira de "burlar" essa regra com a utilização dos Certificados de Recebíveis Imobiliários (CRI). A questão é que, fazendo isso, o dinheiro da poupança, que era para ser usado na construção de casas, também financia imóveis comercias, por exemplo.
Todo o problema teve origem na saída dos recursos da poupança. Até o saldo final, que inclui os rendimentos da caderneta, está diminuindo: caiu de R$ 522,3 bilhões no fim do ano passado para R$ 510,1 bilhões em abril deste ano. A situação mais delicada é a da Caixa, que detém quase 70% do crédito imobiliário. A instituição vem utilizando recursos captados no mercado, a um custo significativamente maior em período de juros básicos em elevação, para completar a poupança nas operações de crédito imobiliário.
Fonte: Com informações da Época

Policiais militares podem entrar em greve por reajuste salarial


Foto PC
Com receio de que o governo não conceda o reajuste salarial aos servidores públicos proposto em lei para este mês, os policiais militares se reuniram em assembleia geral, na manhã de segunda-feira (11), em frente à Assembleia Legislativa, zona Leste de Teresina.
Eles avisam que estão dispostos a realizar greve no estado. De acordo com sargento R. Silva, vereador de Teresina, a informação de que o governo não pagaria o reajuste aos policiais militares foi divulgada na imprensa local e garante que caso essa situação não seja resolvida a classe entrará em greve.
Ascom via MN

Centro de apoio a dependentes químicos receberá doações e atendimento médico



Na próxima sexta-feira (15), o Plenário da Câmara Municipal de Parnaíba receberá o psicólogo e coordenador do Grupo de Escuta e Acolhimento (GEA) de Ilha Grande, Marlon Ribeiro, que exerce um trabalho de apoio e orientação psicossocial com dependentes químicos e demais pacientes com transtornos psiquiátricos. Ribeiro falará aos parlamentares sobre a Luta Antimaniconial, bem como a realidade e necessidades do centro de acolhimento. O pedido para que a Câmara cedesse espaço para o psicólogo foi requerido pelo vereador Carlson Pessoa (PSB), que se solidarizou com as inúmeras necessidades do local que não possui medicamentos, cadeiras, bancos, banheiro e nem água.

“Tenho me empenhado nas questões coletivas da nossa cidade e a saúde mental precisa de atenção especial. Precisa da ação do poder público e vocês podem contar comigo para o que for preciso”, garantiu Carlson Pessoa durante visita ontem ao centro.

O parlamentar tomou conhecimento do caso por meio da estudante de Psicologia, Raiane Maria de Souza, que desenvolve seu estágio acadêmico no GEA. Inicialmente, Carlson Pessoa foi em busca de recursos para a casa de acolhimentos. As cadeiras e bancos foram doadas pelo Presidente da Federação das Indústrias do Piauí, Zé Filho.
O vereador garantiu ainda que a Secretária de Saúde do Município, Maria do Amparo, o prefeito Florentino Neto e os demais vereadores tomarão conhecimento das necessidades do grupo a fim de que o mesmo deverá passar a receber assistência dos órgão públicos.

O Grupo de Escuta e Acolhimento funciona há mais de três anos em Ilha Grande. As atividades tiveram início com uma enfermeira chefe e virou um grupo aberto voltado para pessoas envolvidas com drogas e pacientes com fatores depressivos. Mais de 100 pessoas procuram o grupo em busca de apoio e acolhimento.



Por Luzia Paula

Detran realiza 1º leilão de veículos e sucatas de 2015;veja como proceder




O Departamento Estadual de Trânsito do Piauí (Detran-PI) realiza no dia 30 de maio, em Teresina, o primeiro leilão de veículos e sucatas do ano de 2015. Serão leiloados 226 veículos, sendo 221 motocicletas e cinco sucatas. Os lotes são provenientes de apreensões realizadas em blitzen de fiscalização em todo o estado do Piauí.
De acordo com o órgão, os lotesarrematados como sucatas não serão, em hipótese nenhuma, licenciados, nem recolocados em circulação. Os mesmos devem ser utilizados apenas para o reaproveitamento de peças. O leilão acontece devido à falta de regularização dos proprietários que tiveram seus veículos apreendidos há mais de 90 dias.
Está apto a participar do leilão qualquer pessoa física ou jurídica, portadora de documento de identidade, CPF ou CNPJ e que não possua restrição judicial. Os documentos deverão ser apresentados em cópia e original ao leiloeiro para confronto e autenticação. Interessados em participar da modalidade online do leilão deverão se cadastrar previamente no site www.vipleiloes.com.br.
Na modalidade presencial e online é necessário o pagamento de caução no valor de R$ 1.000,00, por meio de cheque ou depósito bancário. Se houver arremate, o valor será descontado e, não havendo, o valor será restituído ao participante.
O pagamento dos lotes arrematados deverá ser realizado através de cheque nominal ao leiloeiro no ato da arrematação. Os novos proprietários só poderão realizar a retirada dos bens após 30 dias da data de emissão do Termo de Quitação e Liberação de Lote. Nesse período, é recomendável ao arrematante tomar as devidas providências referente ao emplacamento e transferência de propriedade.
Os interessados em conhecer os lotes disponibilizados poderão realizar visitas ao depósito no período de 25 a 29 de maio, no horário de 9h às 17h. O pátio da Vip Leilões está localizado na Avenida Dr. Josué de Moura Santos, 1111, bairro Pedra Mole.
Fonte: ASCOM

Juiz determina bloqueio de R$ 2 milhões dos ex-secretários Antonio José Medeiros e Maria Xavier


A Justiça Federal decretou a indisponibilidade dos bens dos ex-secretários da educação, Antônio José Castelo Branco Medeiros e Maria Pereira da Silva Xavier; dos ex-coordenadores da Comissão de Licitações do Estado, Zorbba Baependi da Rocha Igreja e Wilson Gondim Cavalcanti Filho; da ex-diretora da Unidade de Ensino-Aprendizagem da Secretaria da Educação do Piauí, Viviane Fernandes Faria; do ex-assessor técnico Edson Alves de Andrade Filho; do Instituto Civitas – Cidadania e Políticas Públicas e do seu ex-diretor Robertônio Santos Pessoa.
Imagem: DivulgaçãoAntonio José Medeiros(Imagem:Divulgação)Antonio José Medeiros
O juiz Agliberto Gomes Machado, da 3ª Vara Federal da Seção Judiciária do Piauí, atendeu pedido do Ministério Público Federal que ajuizou Ação Civil Pública Por Atos de Improbidade Administrativa com pedido de indisponibilidade de bens e pedindo a condenação dos requeridos com base nas sanções do art. 12, incisos II e III, da Lei n. 8.429/92, por “(...) supostas irregularidades no Contrato nº 177/2010, firmado entre o Estado do Piauí, por meio da SEDUC, e o Instituto Civitas, em 28 de Outubro de 2010, no valor de R$ 3.404.231,00 (...), oriundos do Convênio federal nº 108060001/2007-2010 e do FUNDEB, para oferta de aulas de revisão e reforço escolar para alunos do 3º ano do ensino médio da rede estadual de ensino. (...)”. 

O bloqueio foi estipulado no valor do dano causado ao erário, ou seja, R$ 2.042.538,60 (dois milhões, quarenta e dois mil, quinhentos e trinta e oito reais e sessenta centavos).

O MPF apurou através de inquérito civil que nem todo o montante do contrato foi honrado, “de forma que os requeridos causaram danos ao erário no valor de R$ 2.042.538,60 (dois milhões, quarenta e dois mil, quinhentos e trinta e oito reais e sessenta centavos), correspondentes a 59% do valor total contratado”

Imagem: DivulgaçãoRobertonio Pessoa e Wilson Gondim(Imagem:Divulgação)Robertonio Pessoa e Wilson Gondim
O juiz decretou a indisponibilidade do bens atendidos os pressupostos da fumaça do bom direito (a demonstração, em tese, da ocorrência do dano ao Erário e/ou do enriquecimento ilícito do agente) e do perigo da demora. Para o magistrado” a gravidade dos fatos, aliada à necessidade de garantia da eficácia da decisão final, impõem o deferimento da liminar requerida”.

O juiz determinou o bloqueio, através do Sistema BACENJUD, “ dos recursos encontrados nas contas bancárias existentes em nome dos requeridos, até o montante do prejuízo econômico causado ao erário público, ou seja, R$ 2.042.538,60 (dois milhões, quarenta e dois mil, quinhentos e trinta e oito reais e sessenta centavos); que seja oficiado à Delegacia da Receita Federal, requisitando as declarações do Imposto de Renda dos requeridos, relativas aos últimos cinco anos-calendário e os Cartórios de Registros de Imóveis dos Municípios de Teresina/PI, Parnaíba/PI e Picos/PI, noticiando sobre a medida adotada, “requisitando dados sobre os eventuais imóveis registrados em nome dos requeridos e determinando a averbação da indisponibilidade nos registros dos imóveis existentes em nome dos mesmos” e por fim que seja enviado oficio ao Departamento de Trânsito do Estado do Piauí, noticiando sobre a medida adotada, requisitando dados sobre os eventuais automóveis registrados em nome dos requeridos e determinando a averbação da indisponibilidade nos registros dos imóveis existentes em seus nomes.

Imagem: DivulgaçãoMaria Pereira da Silva Xavier(Imagem:Divulgação)Maria Pereira da Silva Xavier

A decisão do magistrado é de 13 de abril de 2015.

segunda-feira, 11 de maio de 2015

Policiais da Força Nacional vão ser afastados de atividades no Piauí após confusão em bar

 

Ainda de acordo com o comandante, será aberto um procedimento administrativo, para punir os envolvidos.

RENAYRA DE SÁ, DO GP1
 
Na tarde de hoje (11), a Secretaria de Segurança Pública, emitiu uma nota que confirma a denúncia à cerca do envolvimento de policiais da Força Nacional em uma confusão, em bar da zona leste da capital.

Na nota, o comandante da Força Nacional no Piauí, capitão Braga, informou que os envolvidos serão afastados das atividades que estão exercendo no Estado, e voltarão para seus estados. Ainda de acordo com o comandante, será aberto um procedimento administrativo, para punir os envolvidos.

A informação de que policiais da Força Nacional se envolveram em uma confusão em um bar de Teresina na noite da última quinta-feira (07) circulou na imprensa durante todo o dia. De acordo com a denúncia, eles estavam visivelmente embriagados e chegaram a intimidar mulheres no local.

Confira a nota na íntegra

A Secretaria de Segurança Pública esclarece que o incidente realmente aconteceu, entretanto, de acordo com o comandante da Força Nacional no Piauí, capitão Braga, os envolvidos serão afastados das atividades que estão exercendo no estado e voltarão aos seus locais de origem.

Será aberto processo administrativo para apuração do fato e estão sujeitos às sanções previstas. O capitão Braga reforça ainda que o ato não condiz com a conduta da corporação, sendo repudiada pelos que integram a segurança pública.

quinta-feira, 7 de maio de 2015

Destroços de nave 'descontrolada' devem cair na Terra nesta sexta-feira


A nave de carga russa Progress M-27M, que está descontrolada desde a última semana, quando apresentou problemas na tentativa de alcançar a Estação Espacial Internacional, deve entrar na atmosfera terrestre na sexta-feira (8), segundo a agência Roscosmos.
Apenas destroços devem atingir a superfície da Terra, mas o local da queda ainda é incerto.
Segundo a EFE, citando a "RIA Novosti", uma fonte do setor aeroespacial disse que "até 24 horas antes [da queda], o lugar só poderá ser determinado com uma grande margem de erro".
Além disso, a fonte tranquilizou sobre o potencial perigo representado pela queda do cargueiro de fabricação russa, que sofreu sua primeira avaria em quatro décadas. "Todos os fragmentos que podem representar uma ameaça não chegarão (à Terra), já que se desintegrarão nas camadas densas da atmosfera", disse.
De acordo com o Comando Americano de Defesa Aeroespacial (Norad, na sigla em inglês), a nave espacial russa cairá em nosso planeta na sexta-feira e em águas do oceano Pacífico, perto do litoral americano, por volta das 10h30, hora de Brasília.
A corporação espacial Energuia, fabricante dos cargueiros, previu desde o primeiro momento que a Progress cairia entre 5 e 7 de maio, mas insistiu que ela não representa risco, já que a maioria de suas partes serão queimadas ao entrarem em contato com a atmosfera.

Academia de Polícia em Teresina: O Governador está disposto a manter um desgaste desnecessário?


O tema Academia de Polícia de Parnaíba voltou a entrar em pauta no plenário da Câmara Municipal, os vereadores receberam na sessão de quarta-feira (06), os membros da Comissão que trata diretamente do retorno da Academia e dos cursos retirados ainda este ano para Teresina.
Durante a prestação de informações aos vereadores o Capitão Heleno Maia um dos integrantes da comissão, deu exemplo de uma situação parecida, onde na ocasião em que representava a Capitania dos Portos do Piauí, teve que mostrar com dados que não seria gasto para a Marinha manter no Piauí sua Capitania, esse é o principal argumento dado pelo Comando da PM do Piauí para a retirada da Academia e dos cursos de Formação de Cabos e Soldados.
Mais uma vez, os vereadores levantaram a voz e disseram que não abrirão mão, de ter em Parnaíba a Academia em seu pleno funcionamento. De acordo com o vereador Carlson Pessoa (PSB), uma atitude não justificou outra até aqui, é, que segundo o líder da oposição o argumento de conter gastos não trouxe benefícios para a PM com a retirada da Academia de Parnaíba “Eu tenho como provar que os alunos inclusive, estão passando fome para não terem que desistir da formação, onde está o resultado da contenção de gastos?” questionou.
Carlson disse ainda, que se o governo não devolver para Parnaíba a Academia e o curso, entrará na justiça contra o governo. Esta mesma atitude tomará o Presidente da casa Gustavo Lima (PTB), que reafirmou tudo o que havia dito no começo desta discussão há mais de um mês.
Diante do assunto que parecia adormecido, e com os 17 vereadores da Câmara dispostos a buscarem nas últimas instancias o retorno da Academia, a pergunta que se faz é: “Estaria o governador Wellington Dias disposto a manter este desgaste desnecessário?” pelo menos em números, esta queda de braço entre o legislativo municipal e o executivo estadual parece nivelada, para manter a auto-estima de muitos parnaibanos que viveram e ouviram falar do pleno funcionamento da Academia da PM.
Tiago Mendes

Policia de Araioses-MA prende dupla acusada de vários assaltos na região.


Divulgação
 Em operação realizada na tarde de segunda-feira(04) a Polícia Militar de Araioses-MA, juntamente com integrantes da Guarda Municipal, prenderam os nacionais George dos Santos Diniz, conhecido “Paraibinha” e Bruno Sousa, considerados pela policia como criminosos de alta periculosidade.

 A dupla vinha aterrorizando a população de Araioses e povoados vizinhos pela prática de assalto. 
A ação dos policiais ocorreu por volta das 13:00h de segunda-feira(04), logo após a dupla ter praticado um assalto a um posto de combustível no povoado Canabrava, município de Água Doce do Maranhão.
 Os elementos foram capturados em um posto de gasolina na entrada de Araioses-MA, que estavam em posse de uma pistola calibre 380, e um revólver 38, com farta munição.
A dupla andava em uma moto modelo Tornado quando foi presa.


As informações são da PM de Araioses-MA e do blog Daby Santos.

FIEPI busca parcerias para o desenvolvimento industrial do Estado



O Diretor Regional do SENAI,  João Henrique de Almeida Sousa, acompanhado do presidente do Sindicato da Indústria Química e Farmacêutica do Estado do Piauí, Roger Jacob, se reuniu nesta quarta-feira (06) com o sr. Gustavo Aishemberg, representante no Brasil da Organização das Nações Unidas para o Desenvolvimento Industrial - UNIDO- que se fez acompanhado do Sr. Clovis Zapata, para construção de parcerias entre a UNIDO e a Federação das Indústrias do Estado do Piauí - FIEPI visando o fortalecimento da indústria piauiense.


  Edson Almeida
Coord. Comunicação

segunda-feira, 4 de maio de 2015

Desembargadores do DF e ES disputam concurso público para cartórios no Piauí

Desembargadores de Brasília e do Espirito Santo estão disputando o concurso público para titulares de cartórios no Piauí. Cerca de 500 candidatos, entre desembargadores, juízes, professores e advogados estão no páreo para administrar cartórios nos municípios piauienses. O concurso já se arrasta há dois anos – desde julho de 2013 - e conta com cerca de 30 ações judiciais contestados por candidatos inscritos.
A briga por uma vaga está acirrada, já que os 299 escolhidos para titulares de notas e registros terão salário de acordo com a renda dos estabelecimentos. Com isso, os aprovados poderão ter salário que poderá chegar até R$ 1 milhão.
O secretário da Comissão do concurso, Joaquim Campelo Filho, informou que a empresa responsável, o Centro de Seleção e de Promoção de Eventos da Universidade de Brasília (Cespe/Unb), realiza a quarta etapa do concurso. Nesse período, a empresa analisa a vida pregressa do candidato. 
“Terá ainda a quinta etapa com a prova oral, prevista para junho, e a sexta etapa que é a prova de títulos. A nossa previsão é o concurso ser homologado em julho deste ano”, disse Joaquim Campelo.
No edital, o cartório é referente a “serventia extrajudicial” e os escolhidos vão ganhar uma outorga para administração. 
“Houve uma alteração no cronograma entre a terceira e quarta etapas devido às ações judiciais. Houve ingresso de cerca de 30 ações de candidatos, mas o concurso está em andamento, de acordo com os procedimentos administrativo do Tribunal de Justiça e CNJ (Conselho Nacional de Justiça).
A comissão do concurso é presidido pelo desembargador Fernando de Carvalho Mendes, por três juízes do TJ/PI, um representante da OAB, outro do Ministério Público Estadual e dois representantes da Associação Nacional dos Notários Registrados. 
Flash Yala Sena

Homem anda pelado pela rua e tenta agarrar mulher em Piracuruca

Imagem aérea de Piracuruca (Foto: Divulgação)
Na manhã deste sábado (02/05), um homem conhecido como "Zé" foi avistado por populares andando pelado na Praça do Camelódromo, centro de Piracuruca, cidade 243 km distante ao norte de Teresina.
De acordo com informações, o homem teria perseguido uma senhora por toda extensão da praça tentando agarra-la. Ele estaria apenas de camisa, mas sem as roupas de baixo. Parentes do homem foram comunicados e seguiram até o local para contê-lo.
Testemunhas que reconheceram o rapaz identificado como "Zé", afirmam que ele sofre de transtorno mental.

Ministério Público do Trabalho investiga irregularidades na Prontoclínica em Parnaíba

O Ministério Público do Trabalho, por meio da Procuradora Maria Elena Moreira Rêgo, instaurou inquérito civil para investigar denúncia de irregularidades trabalhistas no âmbito da Prontoclínica em Parnaíba.
Prontoclínica(Imagem:reproduçaõ)


O procedimento foi instaurado a partir de representação contra a Prontoclínica Ltda Me, localizada na cidade de Parnaíba, com fundamento em denúncia noticiando as seguintes irregularidades: Acúmulo de função; não anotação de CTPS; trabalho em sobrejornada; não pagamento do salário mínimo e não concessão de férias.

A portaria nº 169/2015 foi assinada nesta segunda-feira (04).
Edição: Blog do João Carlos Guimarães | Com informações GP1

Ex-prefeito Kim do Caranguejo aumentou patrimônio em mais de 1000% durante mandato


Para dar este salto na variação patrimonial, o ex-prefeito teria que economizar o salário por muito tempo sem gastar nenhum centavo, informa reportagem de Gil Sobreira.

A política, na contramão do que prega o ex-presidente Mujica, do Uruguai, fez “muito bem” ao ex-prefeito Kim do Caranguejo, de Luís Correia. Kim teve variação patrimonial de mais de 1000% em 04 anos após exercer o cargo de prefeito. Kim declarou quando do registro da candidatura em 2008, bens no valor de R$ 35.000,00 e em 2012 declarou bens no valor de R$ 355.000,00. Em 2008 Kim possuía um automóvel Ford Pampa, ano 1994, no valor de R$ 8.000,00 e duas casas, de R$ 15.000,00 e R$12.000,00. A velha Pampa ficou pra trás e Kim comprou uma possante e moderna Hilux, modelo SRV, avaliada, à época, em R$ 95.000,00, além de 03 pontos comerciais no centro de Luís Correia, uma mansão que chegou a pertencer a um senador da República e mais 04 casas. Para dar este salto na variação patrimonial, Kim do Caranguejo  teria que economizar o salário de prefeito por muito tempo sem gastar nenhum centavo.
Imagem: Reprodução / TSEPatrimônio de Kim do Caranguejo em 2008(Imagem:Reprodução / TSE)Patrimônio de Kim do Caranguejo em 2008
Imagem: Reprodução / TSEPatrrimônio de Kim do Caranguejo em 2012(Imagem:Reprodução / TSE)Patrrimônio de Kim do Caranguejo em 2012

Por essas e outras é que o ex-presidente Mujica disse: “Se misturamos a vontade de ter dinheiro com a política estamos fritos. Quem gosta muito de dinheiro tem que ser tirado da política. É preciso castigar essa pessoa porque ela gosta de dinheiro? Não. Ela tem que ir para o comércio, para a indústria, para onde se multiplica a riqueza", declarou.

Condenação
Kim está com os direitos políticos suspensos por decisão da Justiça da Comarca de Luís Correia, por ter sido condenado por improbidade administrativa.(Gil Sobreira)